کابل پرس: خبری، تحلیلی و انتقادی



Página inicial do sítio > English > Português > Robert Scheidt, da vela, carrega a bandeira brasileira no Estádio (...)

Robert Scheidt, da vela, carrega a bandeira brasileira no Estádio Olímpico

sexta-feira 8 de Agosto de 2008

Enquanto os brasileiros iniciam o desfile, o porta-bandeira Robert Scheidt aparace no telão

Liderados pelo porta-bandeira Robert Scheidt, cerca de 200 integrantes da delegação brasileira desfilaram na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. Além dos atletas que já estavam em Pequim, as equipes de hipismo e de vela foram de Hong Kong e Qingdao, respectivamente, para a festa no Ninho do Pássaro.

Com sorrisos no rosto e câmeras na mão, os brasileiros foram muito aplaudidos pela torcida no estádio. Animado, Jadel Gregório fazia graça enquanto era filmado pelos atletas do vôlei masculino. Por falar em vôlei, até o médico da equipe, Ney Pecegueiro, pegou carona no desfile.

Dono de duas medalhas de ouro e uma de prata na classe Laser, Scheidt carregou a bandeira com orgulho. Com o paletó fechado, ele não se conteve quando chegou ao centro do palco e tremulou a bandeira ao lado dos voluntários da festa.

- É uma honra muito grande carregar a bandeira do Brasil na abertura dos Jogos. Essa é uma delegação renovada, cheia de novos talentos. Desta forma, sinto-me renovado para participar pela quarta vez dos Jogos Olímpicos – diz Scheidt.

O Brasil foi a 39ª delegação a desfilar. Os atletas usaram blusas brancas, paletós verdes, calças azuis e chapéus brancos, com detalhes em verde e amarelo.

Portfólio







177 تن همین اکنون این صفحه کابل پرس را باز کرده اند

Página inicial do sítio > English > Português > Robert Scheidt, da vela, carrega a bandeira brasileira no Estádio (...)

آگهی در کابل پرس

loading...

Kabul Press is the most read news and discussion website from Afghanistan. Our sources provide breaking news stories and images focusing on human rights, freedom of speech and good government issues. We aspire to honest, factual coverage that promotes criticism and informed discourse from our readers, without censorship.